Programação do SESC Juazeiro

5 03 2009

sesc-patativa-do-assare

Anúncios




Debate sobre Saúde Pública na FMJ

4 03 2009

 Por Daniel Coriolano

Acadêmico da FMJ, Coordenador do Projeto Medicina & Arte

Saúde pública no Cariri, isso lhe interessa? Esta pergunta motivará o debate no “MENTE ABERTA”, uma ação do projeto de extensão universitária MEDICINA & ARTE apoiado pelo Núcleo de Extensão da Faculdade de Medicina de Juazeiro do Norte – FMJ e Instituto Humanas – IH.

O debate acontecerá no auditório da FMJ às 18h de hoje, 4 de março de 2009, e terá a presença de nomes da Saúde Pública do Cariri, Dr. Giovani Sampaio, secretário de saúde de Juazeiro do Norte, Dr. Ítalo Ney Bezerra, ex-secretário de saúde de Barbalha e Iguatu, Dr. Aloisio Brasil, professor de medicina interna da FMJ são os nomes confirmados para o encontro que tem como público-alvo, acadêmicos de cursos da área da saúde da região.

Será uma oportunidade dos universitários tomarem conhecimento e discutirem as questões que envolvem os serviços de saúde pública de uma maneira mais próxima, bem como, oportunidade de cumprir com um dos objetivos maiores do “Medicina & Arte” que é contribuir para formação de profissionais com maior senso crítico ante as questões sociais”.

O encontro tem também o propósito de arrecadar alimentos, os quais serão distribuídos para instituições beneficentes, portanto, aqueles que desejam participar do “MENTE ABERTA” devem levar 1kg de alimento não perecível.

O debate será mediado pelo Dr. André Alencar Suliano, professor da disciplina de Saúde da Família da FMJ e orientador do projeto Medicina & Arte, bem como será enriquecido com a presença e a opinião do jornalista Murilo Siqueira, detentor de grande senso crítico e conhecimento dos fatos que movimentam o Cariri.

Joaseiro.com





Sobre a dengue

4 03 2009

     Curiosamente este ano, embora estejamos na época de chuvas, não se escuta falar a respeito de epidemia de dengue. Isso se deve a melhores condições sanitárias, melhor orientação da população, mais carros fumacês, mais pessoas capacitadas para trabalhar como agentes contra endemias? Nada disso, basta olhar ao redor e ver que nada disso está acontecendo.

     Na verdade, a dengue é transmitida por um vírus que possui quatro sorotipos diferentes (1, 2, 3 e 4). Quando alguém é infectado por um determinado sorotipo, adquire imunidade permanente e não fica mais doente se for infectado novamente pelo mesmo vírus. (No entanto, se tiver dengue novamente por um tipo de vírus diferente, terá maior chance de desenvolver dengue hemorrágica). O que está acontecendo é que tivemos tantas epidemias de dengue nos anos anteriores que quase todo mundo está ficando imune! O quadro mudará quando surgir um novo tipo de vírus aqui no Brasil, ao qual ninguém ainda seja imune.

     Embora os casos de dengue não sejam tantos assim neste anos, eles ainda existem (e é necessário continuar a se prevenir e saber tratar adequadamente a dengue quando houver a suspeita). Assim, notamos um grande número de buscas em nosso blog por um texto que publicamos ano passado sobre automedicação e dengue. Reproduzimos abaixo para todos relerem.

Os riscos da automedicação na dengue

9 06 2008

Tomar remédios por conta própria é pedir pra adoecer mais, piorar ou encobrir o seu quadro clínico. Nesses tempos em que vivemos uma epidemia de dengue, a automedicação se torna especialmente perigosa.

Dipirona e paracetamol são os únicos remédios seguros e eficazes em tempos de epidemia de dengue, e mesmo assim devem ser usados na dose correta.

A dengue freqüentemente diminui o nível das plaquetas de quem fica doente, gerando problemas na coagulação que podem levar a hemorragias provocadas ou espontâneas, manifestadas das mais diversas formas: sangramento gengival, manchas hemorrágicas na pele (petéquias), sangramentos pelo nariz (epistaxe), fezes escuras (ou mesmo pretas, chamadas de melena), sangue na urina (hematúria), vômito com sangue (hematêmese), dentre outras. As hemorragias, associadas à hipotensão, são a principal causa de morte dos portadores de dengue.

Quando começam a aparecer os primeiros sintomas (cefaléia, dor nos olhos, febre, dores musculares) as pessoas confundem o quadro com gripe ou outra virose qualquer e muito freqüentemente se automedicam com antiinflamatórios. O problema é que a maioria dos antiinflamatórios diminui a agregação das plaquetas, predispondo ainda mais a fenômenos hemorrágicos. Assim, é catastrófica a associação dengue mais antiinflamatórios.

Os remédios mais usados são à base de Ácido Acetil-Salicílico ou AAS (Aspirina, Doril, Cibalena, Sonrisal, etc), Diclofenaco (Voltaren, Cataflan, Dienflex, etc), Ibuprofeno (Alivium), Cetoprofeno (Profenid), Tenoxicam (Tilatil), Meloxicam, Celecoxibe (Celebra), Rofecoxibe (Prexige), dentre muitos outros. TODOS são muito perigosos ao serem usados em pessoas com dengue.

Se você sentir febre, dor de cabeça ou dores pelo corpo, atenção: só use remédios à base de Dipirona (Novalgina, Dipimed, Anador, etc) ou Paracetamol (Tylenol, Tyflen, Sonridor, etc). A dose máxima da Dipirona é de 1 grama (40 gotas ou dois comprimidos de 500mg) a cada 6 horas. A dose do Paracetamol é de 500mg (1 comprimido ou 50 gotas) também a cada 6 horas.

Joaseiro.com





Show

3 03 2009

 forrozim





A César o que é de Deus

3 03 2009

Da Tribuna da Imprensa:

Igreja evangélica ‘Casa da Bênção’ tenta fundar partido político

BRASÍLIA – Enquanto governo e Congresso tentam retomar a discussão da reforma política, depois de várias tentativas fracassadas de votação, avança no País o movimento para a fundação de um novo partido ligado à igreja evangélica Casa da Bênção. Em três meses, foram colhidas 185 mil assinaturas de eleitores – fiéis, na grande maioria – em favor da criação do Partido da Justiça Social, o PJS. O plano é conseguir o apoio de outras 284 mil pessoas até julho, para atender à exigência da lei e obter o registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a tempo de concorrer nas eleições de 2010. Se for bem sucedido, o PJS será o 28º partido político em atividade no País.

(…)

O deputado conta que a ideia de fundar um partido começou “há seis ou sete anos”. “Não temos só a responsabilidade espiritual. Temos a responsabilidade social também. O partido não é da igreja, não vamos colocar um clichê. A igreja está sendo uma ferramenta para o partido nascer. O partido é da população. A igreja dá uma arrancada.”

O folheto do PJS apresenta o slogan “Nós podemos porque acreditamos em Deus”. Em outro texto, os fundadores garantem que o partido “não tem dono nem representará segmentos específicos”, mas apresentam a Casa da Bênção como “uma força espiritual que vai fortalecer e permitir o crescimento do PJS“.

(…)

Fonte: Tribuna da Imprensa

Ao que parece a reforma política tem tudo contra o troca-troca partidário, ameaçando inclusive perda de mandato. Porém são tolerantes na fundação de partidos que poderão abrigar parlamentares insatisfeitos com os seus. Nada mais estratégico. A bancada evangélica anda ouriçada com esse tal Partido da Justiça Social, o pula-cerca dos deputados de outros partidos, quebrando todas as legalidades do Estado Laico decretado desde a incipiente República. Partido do povo, mas que a igreja ajuda, partido com inspiração da igreja, força espiritual que vai fortalecer e permitir crescimento: não vai privilegiar segmentos? Voto virou dízimo. Casa da benção partidária. A igreja dá uma arrancada, certamente.





Saiu por aí…

25 02 2009

     “É impossível não me identificar. Olho pra ele e me vejo” – declaração do cantor e (supostamente) ator Daniel, a respeito de um cavalo com quem contracena nas filmagens do longa “Menino da Porteira”.

     É… Realmente, se formos analisar a parte intelectual, então! A identificação é notória…

Joaseiro.com





No Ceará também é assim

21 02 2009

Pernambuco tem festival internacional de jazz e blues até segunda, e de graça

“Em meio ao Agreste pernambucano haverá, neste feriado, uma alternativa e tanto para quem desejar fugir dos costumes de carnaval. Nada de blocos, axé ou desfiles de escolas de samba. Em Garanhuns (PE), vão dominar os sons requintados do jazz e blues. O Garanhuns Jazz Festival começa hoje e segue até segunda-feira com uma programação cheia de nomes internacionais para os interessados em boa música.”

Fonte: Jornal da Paraíba

Sem querer ser ufanista, mas Guaramiranga já faz um festival com Jazz e Blues há que de 5 anos. Nada contra o de Garanhuns. Aliás, que iniciativas como esta se repitam mais e mais para exilar os não-foliões em não-carnavais absolutamente agradáveis. Entretanto, valorizando o que é da terra, e repetindo a famosa estrofe do Trio Iraquitan: No ceará (também) é assim.

Web site do Festival de Jazz e Blues de Guaramiranga: http://www.jazzeblues.com.br

Prefeitura de Guaramiranga – CE: http://www.guaramiranga.ce.gov.br

Joaseiro.com