Privatização do hotel municipal de Juazeiro do Norte

10 09 2009

     Dias atrás, a Câmara Municipal de Juazeiro do Norte aprovou mensagem do executivo que sugeria a venda do Hotel Municipal da cidade, situado à rua São Francisco, na Praça Padre Cícero. A prefeitura promete que, com o dinheiro da venda do hotel, serão construídos mais postos de saúde.

     Embora nem toda privatização seja correta, no caso do hotel municipal achamos a decisão acertada, pois de há muito ele não cumpre papel relevante para o poder público: nem dá lucro ao erário, nem se serve mais a receber autoridades em visita oficial. É notório que esses visitantes vêm se utilizando de um hotel cinco estrelas da cidade – o Hotel Verdes Vale – e não mais do hotel público. Então nada mais justo que vender o hotel e utilizar o dinheiro para algo mais útil.

    Cabe agora à população e à Câmara de Vereadores fiscalizar a utilização do dinheiro obtido com a venda do Hotel Municipal na construção de novos e melhoria dos atuais postos de saúde, como prometeu a Prefeitura.

Joaseiro.com

Anúncios




Duas notícias boas para Juazeiro

8 09 2009

1 –   A primeira é que a Casa do Povo agora está entregando documentos de identidade em menos de 24h. Algo que vem em boa hora, pois era simplesmente ridículo uma cidade com Juazeiro do Norte fazer seus cidadãos esperarem meses pela emissão de um simples RG. Mais ridícula ainda era aquela cena de um caminhão do governo do Estado vindo aqui de tempos em tempos pra fazer tal serviço, que só agora passa a ser permanente.

2 – A segunda é que o município vem implantando o programa de combate à Leishmaniose, o que também é louvável. Tanto a Leishmaniose Tegumentar, que causa feridas de pele, como a Leishmaniose Visceral, conhecida como Calazar, são doenças de difícil tratamento, que podem trazer, no caso da primeira, graves deformações à pele da pessoa acometida e, no caso da segunda, graves complicações de natureza sistêmica que muitas vezes podem levar ao óbito. Foi o caso de uma mulher de Juazeiro, falecida na semana passada devido ao calazar. São doenças de tratamento longo e difícil, com poucas opções de remédios disponíveis, e que ainda por cima têm uma série de efeitos colaterais graves.

Sendo assim, diante de todas essas características, a opção mais viável é realmente prevenir – principalmente combatendo o mosquito transmissor, o flebótomo. Como médico sanitarista que é,  o Prefeito Dr. Santana tem  mais  é que se empenhar no combate a essas doenças que são da alçada da sua especialidade médica.  Justamente por ser especialista e saber como se faz para combater tais entidades mórbidas, é grande responsabilidade de Dr. Santana em diminuir a incidência e a prevalência não só da Leishmaniose, mas também de outras doenças como a Tuberculose e a Hanseníase, que infelizmente continuam a existir e acometer principalmente as camadas mais pobres da população.

Joaseiro.com





Sobre a Gripe A no Cariri

5 08 2009

     Hoje pela manhã médicos, enfermeiros, farmacêuticos e outros profissionais e estudantes da área da saúde estiveram reunidos no auditório do Hospital e Maternidade São Vicente de Paulo em Barbalha para receberem treinamento, orientações e atualizações sobre a Gripe A, a fim de saber conduzir os futuros casos que o Cariri venha a apresentar. A população da Região Metropolitana do Cariri deve ficar tranquila – porém alerta – pois há aqui, mais precisamente na Secretaria de Saúde de Barbalha, quantidade suficiente da medicação específica para os casos graves da doença. Se houver necessidade, os remédios serão repassados aos pacientes que necessitem, em qualquer município da região.

     O Cariri ainda não tem nenhum caso confirmado da nova gripe, mas isso não tardará a acontecer. Daqui a um mês Juazeiro receberá milhares de visitantes para a Romaria de Nossa Senhora das Dores, o que deve contribuir bastante para a vinda do vírus para a região. É bom os serviços de saúde e as secretarias prepararem-se, reforçando os plantões e atendimentos nas emergências e postos de saúdes da região.

     É importante alertar às pessoas que evitem ir a hospitais desnecessariamente e que não saiam para lugares onde exista grandes aglomerações, a fim de evitar a contaminação. Nunca é demais lembrar: evitem a automedicação e sigam as recomendações de higiene preconizadas pelo Ministério da Saúde e já amplamente divulgadas pela mídia.

Joaseiro.com





Duas notas sobre a saúde em Juazeiro

5 06 2009

     A primeira nota é para elogiar: a Prefeitura anunciou que passará a administrar o PSIC (Pronto-Socorro Infantil do Cariri) e posteriormente deve comprá-lo. Uma ótima iniciativa, pois a cidade ganhará mais um serviço público para atendimento pediátrico, além do Hospital e Maternidade São Lucas. A intervenção do início do ano no Hospital Santo Inácio tem dado certo até agora e a expectativa é que no PSIC também haja sucesso. Agora o foco da Prefeitura deve ser na qualidade do serviço, que precisará ser dotado de médicos especialistas em pediatria 24h por dia, profissionais de enfermagem também especializados em lidar com crianças, equipamentos, medicamentos, etc. Cabe à população utilizar bem o mais novo espaço e cobrar qualidade no atendimento.

     A segunda nota é pra ponderar e criticar construtivamente nossos gestores: Beto Fernandes, asssessor da Secretaria de Saúde, divulgou na sua Revista do Beto que o Prefeito Manoel Santana e o Secretário de Saúde Giovani Sampaio, ambos médicos, atenderam mais de 400 pessoas em apenas dois dias, terça e quarta desta semana, no Bairro João Cabral, onde o Posto de Saúde da Família estaria sem médico, por férias do profissional que lá trabalha. Ora, em média tivemos 200 atendimentos por dia; se cada um dos médicos-gestores atendeu metade, então Giovani e Santana atenderam mais de 100 pessoas por dia, cada um! Você, leitor, acha que um médico, por melhor que seja, tem condição de atender com boa qualidade mais de 100 pessoas em 1 único dia? Quanto tempo durará uma consulta dessas? Na área da saúde, o clichê “quantidade não é qualidade” fica ainda mais evidente. A intenção dos dois pode até ter sido boa, mas convenhamos, em uma cidade do tamanho de Juazeiro é inadmissível que o prefeito e o secretário de saúde tenham de deixar seus gabinetes e seus afazeres para cumprir a função de médico do posto de saúde. Pode não ter sido a intenção, mas esse tipo de atitude se assemelha a demagogia eleitoreira. O Secretário Giovani anunciou disposição de repetir o feito. Esperamos que não, que o secretário possa trabalhar tranquilamente nas funções do seu cargo! Na verdade, a prefeitura poderia muito bem contratar temporariamente um médico para substituir os colegas que estivessem de férias nos diversos bairros. Bem, esperamos que o concurso público da Prefeitura, que tem 39 vagas para médicos de PSF, venha a solucionar definitivamente a falta de médicos em alguns bairros.

Joaseiro.com





A causa da gripe suína

5 05 2009

A gripe dos porcos e 

a mentira dos homens

O governo do México e a agroindústria procuram desmentir o óbvio: a gripe que assusta o mundo se iniciou em La Glória, distrito de Perote, a 10 quilômetros da criação de porcos das Granjas Carroll, subsidiária de poderosa multinacional do ramo, a Smithfield Foods. La Glória é uma das mais pobres povoações do país. O primeiro a contrair a enfermidade (o paciente zero, de acordo com a linguagem médica) foi o menino Edgar Hernández, de 4 anos, que conseguiu sobreviver depois de medicado. Provavelmente seu organismo tenha servido de plataforma para a combinação genética que tornaria o vírus mais poderoso. Uma gripe estranha já havia sido constatada em La Glória, em dezembro do ano passado e, em março, passou a disseminar-se rapidamente.

Os moradores de La Glória – alguns deles trabalhadores da Carroll – não têm dúvida: a fonte da enfermidade é o criatório de porcos, que produz quase 1 milhão de animais por ano. Segundo as informações, as fezes e a urina dos animais são depositadas em tanques de oxidação, a céu aberto, sobre cuja superfície densas nuvens de moscas se reproduzem. A indústria tornou infernal a vida dos moradores de La Glória, que, situados em nível inferior na encosta da serra, recebem as águas poluídas nos riachos e lençóis freáticos. A contaminação do subsolo pelos tanques já foi denunciada às autoridades, por uma agente municipal de saúde, Bertha Crisóstomo, ainda em fevereiro, quando começaram a surgir casos de gripe e diarreia na comunidade, mas de nada adiantou. Segundo o deputado Atanásio Duran, as Granjas Carroll haviam sido expulsas da Virgínia e da Carolina do Norte por danos ambientais. Dentro das normas do Nafta, puderam transferir-se, em 1994, para Perote, com o apoio do governo mexicano. Pelo tratado, a empresa norte-americana não está sujeita ao controle das autoridades do país. É o drama dos países dominados pelo neoliberalismo: sempre aceitam a podridão que mata.

O episódio conduz a algumas reflexões sobre o sistema agroindustrial moderno. Como a finalidade das empresas é o lucro, todas as suas operações, incluídas as de natureza política, se subordinam a essa razão. A concentração da indústria de alimentos, com a criação e o abate de animais em grande escala, mesmo quando acompanhada de todos os cuidados, é ameaça permanente aos trabalhadores e aos vizinhos. A criação em pequena escala – no nível da exploração familiar – tem, entre outras vantagens, a de limitar os possíveis casos de enfermidade, com a eliminação imediata do foco.

Os animais são alimentados com rações que levam 17% de farinha de peixe, conforme a Organic Consumers Association, dos Estados Unidos, embora os porcos não comam peixe na natureza. De acordo com outras fontes, os animais são vacinados, tratados preventivamente com antibióticos e antivirais, submetidos a hormônios e mutações genéticas, o que também explica sua resistência a alguns agentes infecciosos. Assim sendo, tornam-se hospedeiros que podem transmitir os vírus aos seres humanos, como ocorreu no México, segundo supõem as autoridades sanitárias.

As Granjas Carroll – como ocorre em outras latitudes e com empresas de todos os tipos – mantêm uma fundação social na região, em que aplicam parcela ínfima de seus lucros. É o imposto da hipocrisia. Assim, esses capitalistas engambelam a opinião pública e neutralizam a oposição da comunidade. A ação social deve ser do Estado, custeada com os recursos tributários justos. O que tem ocorrido é o contrário disso: os estados subsidiam grandes empresas, e estas atribuem migalhas à mal chamada “ação social”. Quando acusadas de violar as leis, as empresas se justificam – como ocorre, no Brasil, com a Daslu – argumentando que custeiam os estudos de uma dezena de crianças, distribuem uma centena de cestas básicas e mantêm uma quadra de vôlei nas vizinhanças.

O governo mexicano pressionou, e a Organização Mundial de Saúde concordou em mudar o nome da gripe suína para Gripe-A. Ao retirar o adjetivo que identificava sua etiologia, ocultou a informação a que os povos têm direito. A doença foi diagnosticada em um menino de La Glória, ao lado das águas infectadas pelas Granjas Carroll, empresa norte-americana criadora de porcos, e no exame se encontrou a cepa da gripe suína. O resto, pelo que se sabe até agora, é o conluio entre o governo conservador do México e as Granjas Carroll – com a cumplicidade da OMS.

Mauro Santayana

Fonte:  Jornal do Brasil (01/05/2009)





Novos empreendimentos da UFC no Cariri

12 04 2009

     A UFC criará o Centro de Pesquisa e Pós-Graduação do Semi-Árido no município de Barbalha, no prédio histórico Solar Maria Olímpia, onde estava funcionando a prefeitura municipal. A assinatura do convênio entre a Prefeitura   e a Universidade Federal do Ceará (UFC) aconteceu semana passada em solenidade na Faculdade de Medicina de Barbalha. O reitor da UFC, Jesualdo Farias anunciou a criação do Mestrado de Desenvolvimento Regional Sustentável, para o qual o novo centro servirá de suporte para estudos de questões que envolvem o semi-árido na região. 

     O reitor da UFC também assinou convênio com o reitor da Universidade Regional do Cariri (Urca), para criação  Curso de Especialização em Geologia no Crato.

     Já com a Prefeitura de Juazeiro do Norte, o convênio foi através da implantação de um Programa de Cooperação Técnico-Científica e Administrativa de formação de recursos humanos e de prestação de serviços de saúde, através do qual os estudantes e médicos residentes da UFC no Cariri passarão a se utilizar dos serviços de saúde de Juazeiro para seus estágios. O Prefeito de Juazeiro, Manoel Santana, solicitou ao Diretor da Faculdade de Medicina a instalação de um programa de residência médica em anestesiologia, tendo em vista a carência de anestesistas na região.

     Jesualdo Farias também prometeu a construção do campus do curso de Agronomia, no Crato, e mais concursos para professores efetivos ainda este ano.

Joaseiro.com





Dia Mundial do Rim

13 03 2009

Liga de Nefrologia do Cariri promoveu ações educativas em Juazeiro

     A Liga de Nefrologia do Cariri (Linec), grupo composto de professores e alunos da Facurim-com-estetoldade de Medicina do Cariri (UFC-Barbalha) e afiliado à Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), promoveu ontem na Praça da Prefeitura de Juazeiro do Norte uma campanha educativa em comemoração ao Dia Mundial do Rim, comemorado anualmente na segunda quinta-feira do mês de março.

     O mote da campanha que mobilizou nefrologistas e outros profissionais de saúde no mundo inteiro foi “Controle sua pressão”. O Presidente da Linec, acadêmico Lucyo Flávio Diniz, diz que existem hoje mais de 80 mil pessoas em programa de diálise no Brasil. “Cerca de 35% desses pacientes se tornaram doentes renais crônicos em decorrência da pressão alta”, afirma. Daí a importância da abordagem do tema, no tocante à prevenção da hipertensão e, consequentemente, das doenças renais.

dsc01462

     Por isso mesmo, durante a campanha (que contou com o apoio da Secretaria de Saúde de Juazeiro e dos atuais alunos do módulo de nefrologia da UFC-Cariri), houve medida da pressão arterial e orientação para as principais medidas que previnem a hipertensão: uma dieta com pouco sal e pouca gordura e a prática de atividades físicas regulares. Muita pessoas que nunca haviam aferido a pressão arterial se surpreenderam com um nível de pressão acima do normal, embora nada sentissem. Outras, já sabidamente hipertensas e em tratamento, passavam pra conferir como estava a pressão.

dsc01456

     O médico nefrologista Rodrigo Alves de Oliveira, chefe da disciplina de Nefrologia do Curso de Medicina da UFC-Cariri, mencionou que o controle adequado da pressão arterial pode “retardar o início, controlar e até mesmo evitar uma doença renal”. Ele ressaltou que os grupos de risco (hipertensos, diabéticos, idosos) devem pedir ao seu médico que solicite pelo menos uma vez ao anos os exames indicadores da função renal: as dosagens de uréia e creatinina no sangue e um sumário de urina. “São exames baratos, que podem ajudar na detecção precoce das doenças renais nesses pacientes de risco”, afirmou Dr. Rodrigo.

dsc014601

Joaseiro.com