Que os abstêmios perdoem, mas…

20 09 2009

Beber faz bem

(19.8.2009)
Braulio Tavares


Uma das melhores coisas da vida é beber; uma das piores é ficar bêbado. Isto posto, espero que os abstêmios perdoem a singeleza deste título. Culpar somente a bebida pelos despautérios dos bêbados é tão ingênuo quanto atribuir a ela as qualidades dos romances de Hemingway ou de Lima Barreto. A bebida não cria nada de bom nem nada de mau em nós; apenas potencializa o que já temos. A bebida, em excesso, apenas atordoa, desorganiza, embrutece. A bebida, na medida certa, apenas inebria, congraça, arrebata e pacifica. Segundo Henry James, “a sobriedade reduz, discrimina e diz não, enquanto que a embriaguez expande, unifica e diz sim”.

Existe uma equação que os grandes boêmios dominam intuitivamente. É preciso beber até atingir um certo estado de euforia. Uma vez atingido este estado, basta diminuir o ritmo de absorção, mas continuar bebendo de pouquinho, a intervalos, para que o estado se mantenha. Esta é a parte mais difícil. A euforia produzida pelo primeiro assomo do álcool é tão agradável que em geral perdemos o ponto e carregamos na mão. O entusiasmo nos faz beber em maior velocidade do que o necessário, e acabamos com a boca torta, o olho torto, a rua torta, e até o táxi parece estar andando em duas rodas como um Simca Tufão.

Uma sábia invenção dos que bebem vinho foi a idéia de alterná-lo com água. A intenção é hidratar, mas psicologicamente acaba tendo um efeito de retardamento da embriaguez. Quem gosta de beber conversando, como eu, recorre de vez em quando ao copo para molhar a garganta e lubrificar as idéias. Ora – uma coisa é pegar dez vezes a taça de vinho, outra coisa é pegar cinco vezes na de vinho e cinco na de água. Eis o pulo do gato. (Claro que, se o sujeito é pinguço mesmo, ele vai tomar uma garrafa de vinho em uma hora, e não tem água que o recupere, mas aí eu não tenho jeito a dar.) Esta medida é tão providencial que resolvi adotá-la também para outras bebidas. Depois do quinto ou sexto chope, começo a alternar os chopes com garrafinhas de mineral com gás. É o quanto basta, em geral, para manter o inebriamento e me permitir, no fim, calcular minha parte na conta.

Henry James estava certo no que afirmou acima, mas os bebedores profissionais sabem muito bem que a euforia alcoólica é geradora de fantasias panteístas. Quando a farra está boa, viramos amigos de todo mundo, fazemos juras e promessas, assumimos compromissos que no dia seguinte vêm bater à nossa porta ou fazer latejar nossas meninges. Dizem que F. Scott Fitzgerald, que davas festas de arromba na sua casa em Great Neck, mantinha na entrada dela um cartaz enorme dizendo: “Solicita-se aos visitantes que não arrombem portas de armários em busca de bebida, mesmo quando autorizados a tanto pelos donos da casa. Hóspedes que vieram passar o fim de semana ficam respeitosamente prevenidos de que convites para ficar até segunda-feira, feitos pelos anfitriões na madrugada de domingo, não devem ser levados a sério”.

Fonte: http://www.jornaldaparaiba.com.br

Comentário: que este post esteja na categoria Esportes é somente uma ironia, favor não levar tão a sério quanto o faria com o cartaz na casa dos Fitzgerald.





Icasa deu adeus à série C

31 08 2009

     Ontem, depois de estar ganhando de 1 x 0 e de 2 x 1, o Icasa permitiu que o ASA de Alagoas virasse o placar para 3 x 2. O time juazeirense ainda perdeu a oportunidade de empatar, desperdiçando um gol de pênalti que teve a seu favor. Assim, o “Verdão do Cariri não vai mais à final do campeonato, perde a chance de disputar o título, mas mantém a conquista da ascensão à Série B.

     A diretoria promete manter o técnico Flávio Araújo e a maioria do elenco para o próximo ano, quando o primeiro certame a ser disputado é a Segunda Divisão do Campeonato Cearense. Achamos a decisão acertada. O Icasa tem que entrar para ganhar o título da “segundona” e voltar à primeira divisão. Posteriormente, o time vai disputar a Copa do Brasil e a Série B do Brasileirão, e aí será preciso não só manter os jogadores atuais, como melhorar o time, a fim de disputar dignamente esses campeonatos de maior nível.

Joaseiro.com





Icasa goleia Paysandu e ascende em grande estilo à Série B do Brasileirão

17 08 2009

     Juazeiro do Norte está em festa! O time do Icasa derrotou o Paysandu do Pará pelo expressivo placar de 6 x 2 aqui no Romeirão, garantiu a passagem para as semifinais da série C do Campeonato Brasileiro de Futebol e, mais importante, já está na série B de 2010. Desde a semana anterior já era grande a expectativa, quando, no jogo de ida em Belém, o Verdão do Cariri conseguira um empate por 1 x 1.

     Em 2010, o Icasa se juntará ao Ceará (se este não subir para a série A) e Fortaleza (se este não cair para a série C) no rol dos times cearenses na segunda divisão do campeonato nacional. Parabés, Icasa! Parabéns, torcida icasiana!

    Veja os gols: (narração: Marco Valério – Rádio Vale FM)

     Ficha Completa do jogo:

Icasa 6 x 2 Paysandu

Local: Estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte-CE
Árbitro: Heber Roberto Lopes-PR
Cartões amarelos: Mael (Paysandu); Tiago, Júnior Xuxa, Marcus Vinicius (Icasa)
Gols: Marciano, aos 10’/1T, aos 10’/2T, Marcus Vinicius, aos 33’/1T e 34’/2T, Júnior Xuxa, aos 6’/2T e Carlinhos, aos 38’/2T (Icasa); Aldivan, aos 34’/1T (Paysandu)

Icasa
Aloísio; Alan, Tiago e Everaldo; Marcos Vinicius, Dodó (Serginho), Ricardo Baiano, Júnior Xuxa (Joelson) e Panda; Pantico e Marciano (Carlinhos).
Técnico Flávio Araújo

Paysandu
Rafael Córdova; Cláudio Allax, Roni, Bernardo e Aldivan; Mael, Dadá (Michel), Zeziel e Vélber; Torrô (Zé Augusto) e Zé Carlos (Balão).
Técnico: Valter Lima

Joaseiro.com





Ri-di-chulus XLVIII

17 08 2009

     Ontem à noite a TV Verde Vale transmitiu o jogo do Icasa (após o final do jogo, já que ela não podia transmiti-lo ao vivo). Quem era o comentarista esportivo? O Deputado Federal dono da TV, Manoel Salviano!

    O que os políticos não fazem pra aparecer?!

Joaseiro.com





Finalmente

24 07 2009

Registramos o conserto da estátua de José Geraldo da Cruz, na praça homônima próxima ao Santuário de São Francisco. Ela estava sem braços há muito tempo e há alguns meses foi alvo de posts aqui no Joaseiro.com quando fizemos uma série de reportagens sobre os problemas no calçadão da Avenida Carlos Cruz que serve para a prática de esportes. Torcemos para que os outros problemas do calçadão também sejam solucionados brevemente.

Cabe registrar também um elogio no tocante ao projeto “Academias Populares” da Prefeitura, que pretende criar diversos espaços para prática de esportes ao ar livre, sob a orientação adequada de educadores físicos. A idéia é ótima e nós já defendemos muitas vezes aqui neste blog que todo gasto que se fizer hoje em esportes se configura num investimento futuro para gastar menos com a saúde pública. O sedentarismo é fator de risco para inúmeras de doenças e a prática de esportes deve ser incentivada como maneira de promover a saúde.

Esperamos que Juazeiro esteja em breve cheia dessas academias populares em todos os seus bairros e que a prefeitura faça a manutenção adequada desses locais (com limpeza e iluminação adequadas, manutenção de aparelhos, etc) e também melhore a estrutura dos locais já disponíveis, como a Avenida Carlos Cruz e o Parque Ecológico das Timbaúbas. Também esperamos que os juazeirense usem desses benefícios e não degradem-nos.

Joaseiro.com





Pra compensar…

8 06 2009

     Embora o “Verdão do Cariri” tenha caído para a segunda divisão do campeonato cearense de futebol, ele não enfrentará nenhum time caririense na competição. Pois é, o Guarani de Juazeiro e o Crato acabam de ter asseguradas as suas vagas na primeira divisão para o próximo ano. Parabéns às duas equipes!

     Em 2010, portanto, os papéis se invertem: torceremos para Crato e Guarani na primeira divisão e para o Icasa na segundona…

Joaseiro.com





Ceará receberá jogos da Copa do Mundo 2014

1 06 2009

     A FIFA anunciou hoje as subsedes para a Copa do Mundo de Futebol a ser realizada no Brasil em 2014. São elas: Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Curitiba, Salvador, Recife, Natal, Fortaleza, Manaus e Cuiabá.

     Mais que comemorar, achamos que Fortaleza e o Ceará devem encarar o fato de sermos subsede de uma Copa do Mundo da mesma forma que o Rio de Janeiro encarou ao sediar os Jogos Panamericanos: trabalhar para que o evento trouxesse progresso e desenvolvimento para a cidade. Assim, o Rio realizou uma série de obras estruturantes, que mesmo após o final do evento, continuaram e serviram para melhorar a vida da população em vários aspectos.  Assim também deve ser Fortaleza: ela tem de pensar em limpar as praias, tapar os buracos, limpar as pichações, melhorar o trânsito, fortalecer a segurança, estruturar melhor os serviços de saúde, tirar crianças e adolescentes das ruas, etc. Todas essas são medidas que darão boa visibilidade ao munícipio e poderão incrementar o turismo, mas antes de tudo são medidas imprescindíveis para a própria população que nela vive, independente de a cidade sediar ou não um evento de grande porte como a Copa do Mundo.

Joaseiro.com