25 de Julho, Dia do Escritor.

25 07 2008

Por Gabriel Perissé

Para quem por acaso não sabe, 25 de julho foi definido como dia nacional do escritor por decreto governamental, em 1960, após o sucesso do I Festival do Escritor Brasileiro, organizado naquele ano pela União Brasileira de Escritores, por iniciativa de seu presidente, João Peregrino Júnior, e de seu vice-presidente, Jorge Amado.

Quem se dispõe a abrir um champagne pela data? E o que exatamente vamos comemorar?

A primeira pergunta me lembrou a célebre distinção que o crítico francês Roland Barthes fazia entre écrivant e écrivain .

O écrivant é o escrevente, é aquele que está preocupado em transmitir sua mensagem mediante a palavra, explicando explicitamente, ensinando educadamente. Ele tem uma idéia e quer transmiti-la. E vai transmiti-la sem maiores delongas. Pão pão, queijo queijo.

O escrevente quase não se preocupa com a forma. Na maioria dos casos, nunca se preocupa de forma alguma com a forma. Está concentrado na tarefa de colocar o seu pensamento dentro de um envelope e endereçá-lo corretamente. O envelope é o texto, o livro, o que for, base material apenas, veículo. O fundamental, para o escrevente, é que o leitor entenda o conteúdo, e ponto final. O envelope pode ser jogado fora depois.

Já o écrivain , o escritor propriamente dito (ou propriamente escrito), cuida do envelope com o máximo cuidado e estilo. E a carta vai, mesmo com o envelope vazio. Porque o vazio também diz muito. O envelope é a carta. As palavras e as idéias são uma só realidade literária.

O escritor convence graças ao poder de sua paixão pela palavra, e não prioritariamente pela paixão que dedique a uma causa. Ou melhor, a sua causa sempre foi e será a palavra, caminho e céu de todas as causas. E de todas as paixões.

O texto literário nasce das mãos do escritor. O texto do escrevente pode até conter alguns traços literários, mas são um recurso a mais para instrumentalizar melhor a palavra.

A rigor, os escreventes, os que escrevem para vencer, para convencer, para desenvolver teorias e ganhar adesões, deveriam comemorar seu dia em outra data. Talvez no dia do intelectual, ou no dia do retórico, ou no dia do autor de teses.

No dia do escritor comemoramos a solidão diante da palavra, a verdade, o medo, a alegria, o amor indizíveis de só saber escrever.


[Gabriel Perissé é autor dos livros “Ler, pensar e escrever” (Ed. Arte e Ciência) e “O leitor criativo” (Omega Editora). Recentemente lançou “Palavra e origens” (Editora Mandruvá).]

Fonte: http://www.nlnp.net/dia25.htm

Algumas aspas:

“Não sei dizer exatamente por que escrevo. Posso mencionar algumas das coisas que me levam a escrever, e a primeira delas é o prazer que dá jogar com as palavras, dispô-las na tela (ou no papel) de maneira que o conjunto resulte num texto, isto é, em um todo coerente capaz de veicular emoções e, eventualmente, idéias. Se isto é uma vocação, se resulta de uma determinada conjuntura psicológica e/ou cultural não sei dizer. Mas sei dizer por que NÃO escrevo: não escrevo pela antecipação de recompensas, materiais ou emocionais. O que me levou a escrever? Em primeiro lugar as histórias que meu pai, imigrante, contava, com muito prazer e muita graça, deliciando familiares e vizinhos. Depois, a leitura e aí o estímulo veio de minha mãe que, como meu pai, era de família pobre mas que, diferente dele, conseguiu estudar, tornou-se professora – e era uma grande leitora. Foi ela quem me introduziu aos livros, e foi com a leitura que aprendi a escrever. Finalmente devo dizer que me sinto bem como escritor brasileiro. Claro, vivemos num país em que o livro é claro, em que as pessoas ainda lêem pouco; mas é um país que incendeia a imaginação e no qual o potencial número de leitores é imenso. Lembrando, porém, que imensas audiências não são necessárias. Flaubert dizia que para ele cem leitores eram suficientes – e isto que ele estava falando da França, com toda aquela tradição cultural. O importante é ser autêntico e fazer o que a gente gosta.”

Moacyr ScliarO texto ou: a vida (Bertrand, 2007)

 

***

 

“Cecilia querida: Não gosto de efemérides – nem das minhas, como aniversário, por exemplo, nem das dos outros – mas já que você, jovem colega e minha editora no Portal, quer comemorar o dia do escritor propondo umas poucas perguntas, aí vão as respostas: Gosto mesmo é de ler. Comecei a escrever contra a vontade e por acaso, continuo por precisão e o que me move é a encomenda e o prazo (plagiando Tom Jobim). Se dependesse apenas de vontade, eu preferiria ser, digamos, deixa eu pensar, Ronaldinho Gaúcho – com menos dentes e a mesma grana.”

Zuenir Ventura, Minhas histórias dos outros (Planeta, 2005)

 

***

“Escrever num país sem leitores tem um lado ótimo. Você não tem nenhum compromisso com mercados e inventa o que quiser. E comecei a escrever para poder viver mais a imaginação do que a realidade, pois alguém duvida que a primeira é melhor do que a segunda?”

 Sérgio Sant´Anna. O vôo da madrugada (Companhia das Letras, 2003)

***

“Essas pretinhas me fascinam, me dominam, elas são as tais. Aonde elas vão, eu vou atrás. Não consigo viver sem elas. Ontem, hoje, amanhã e sempre”

Chacal. Belvedere (2007, Cosac Naify/7 Letras)

***

“Acho que me tornei escritor porque escrever me dava prazer e era a coisa que eu fazia menos pior.”

Ferreira Gullar, Resmungos (Imprensa Oficial do Estado de S. Paulo 2006)

***

Fonte: Portal Literal

Joaseiro.com

Anúncios

Ações

Information

One response

26 07 2010
25 de julho: Dia do Escritor | Portal São Paulo

[…] de seu presidente, João Peregrino Júnior, e de seu vice-presidente, Jorge Amado. Fonte de pesquisa   Hoje também se comemora o dia: Dia Nacional da Agricultura;  Dia dos Viajantes; […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: